quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Filtro dos sonhos com motivo Religioso


 Peça em vime, cetim, cordonê e gesso


Um dos mais reconhecidos símbolos da paz é a POMBA  BRANCA. A sua origem data história de Noé e da sua Arca. Um desses episódios é narrado no capitulo 8 do  Gênesis, primeiro livro do Velho Testamento. Noé, que esperava na Arca o fim do
dilúvio, mandou um animal mensageiro para ver se as águas haviam baixado. O primeiro escolhido foi o corvo, que ficou voando para lá e para cá e perdeu a oportunidade de ganhar a simpatia da humanidade. Então Noé enviou uma pomba, na primeira viagem, ela não encontrou nenhum lugar para pousar. Sete dias depois, foi novamente solta e retornou com um ramo de oliveira no bico. Isso, de acordo com a narrativa bíblica, simbolizava a PAZ entre DEUS e os homens ”Além disso, o ramo de oliveira significava também garantia de alimentos de remédios e da benção divina.”
Assim que Jesus foi batizado, o espírito de Deus desceu sobre ele sobre em forma de uma pomba. Desde então, a pomba é associada ao Espírito Santo.
Apesar de não haver menção de cor destas pombas na bíblia, os costumes da época explicam porque, nas representações elas sempre são brancas. Outra história bíblica também confere à ave a imagem de imensidão ternura e Paz.
A cor branca também indica ausência de cores representando a luz e a pureza. Desta forma, a pomba da paz teve um impulso diante das guerras nos séculos XX, simbolizando a serenidade. A milhares de anos o ramo de oliveira representa a Paz e a boa vontade, por isso que ela aparece com  uma pomba branca.  No inicio dos anos 60 o pintor espanhal Pablo Picasso eternizou a pomba branca como símbolo da Paz em uma série de gravuras que se tornaram famosas mundialmente.
Outros artistas também ajudaram a popularizar o ícone, que foi utilizado em manifesto e tratado internacionais, como o congresso da Paz de 1949 realizado em  Paris.
Observação: diz a lenda que o diabo e as bruxas podem se transformar em qualquer pássaros, exceto em uma pomba branca.

                              Fonte; http://www.semprealegria.com/blog/a-pomba-branca-como-simbolo-da-paz/





                                                                  Filtro dos Sonhos


Peças com vime, fibra de coco, junco, vime, bambu, pedra e cordão encerado.

"Uma aranha fiava sua teia próximo à cama da avó (Nokomi). Todos os dias ela observava a aranha trabalhar. Alguns dias depois, o neto entrou e, ao ver a aranha na teia, pegou uma pedra para matá-la. Mas a avó não deixou. O garoto achou estranho, mas respeitou o seu desejo. A velha mulher voltou-se para observar mais uma vez o trabalho do animal e, então, a aranha falou: Obrigada por salvar minha vida. Vou dar-lhe um presente por isso. Na próxima Lua nova vou fiar uma teia na sua janela. Quero que você observe com atenção e aprenda como tecer os fios. Porque esta teia vai servir para capturar todos os maus sonhos e as energias ruins. O pequeno furo no centro vai deixar passar os bons sonhos e fazê-los chegarem até você.
Quando a Lua chegou, a avó viu a aranha tecer sua teia mágica e, agradecida, não cabia em si de felicidade pelo maravilhoso presente: Aprenda, dizia a aranha. Finalmente, exausta, a avó dormiu. Quando os primeiros raios de sol surgiram no céu, ela acordou e viu a teia brilhando como jóia graças às gotas de orvalho capturadas nos fios. A brisa trouxe penas de pomba que também ficaram presas na teia, dançando alegremente e, por último, um corvo pousou na teia e deixou uma longa pena pendurada. Por entre as malhas da teia, o Pai Sol sorria alegremente. E a avó, feliz, ensinou todos da tribo a fazerem os filtros de sonhos. E até hoje eles vêm afastando os pesadelos de muita gente. Quem sabe não vai funcionar com você também? "

                                              Fonte: http://somostodosum.ig.com.br/conteudo/conteudo.asp?id=05394




                                                                        Aviso do vento



Filhos do vento, mensageiros dos ventos, sinos de anjos, sinos,  móbiles,  carrilhões de metal, não importa como sejam chamados, estes objetos sonoros encantam e harmonizam ambientes.
São acessórios de harmonização que ajudam a dissipar as energias negativas e a atrair as vibrações positivas. suas ondas sonoras ou vibrações contribuem para se alcançar a tranqüilidade doméstica. Além disso, levam um tipo de embelezamento diferente para os cômodos onde estão dispostos: um pouco da magia do oriente para dentro da sua casa.
Eles devem ser colocados onde houver passagem de vento para que não fiquem parados, a função é se movimentar com as correntes de ar e , assim, espalha suavemente o seu encantamento. ao escolher seu mensageiro, escolha aquele que desperte seu interesse, sem seguir padrões, é preciso que seja criado um elo entre você e o mensageiro para que seus objetivos de harmonização sejam alcançados, pois não adiante ter algo em sua casa que o deixe irritado. você pode colocá-los onde quiser desde que sejam atingidos o tempo todo por correntes de ar.
Os mensageiros dos vê. Se adquirir um com um cristal na extremidade, as cores do arco-íris serão refletidas nos ambientes, quando iluminadas pela luz natural.
no seu quarto coloque um mensageiro dos ventos, acoplado a um filtro dos sonhos, que afasta pesadelos e os pensamentos negativos durante o sono. Eles podem estimular os bons sonhos e ainda proporcionar uma sensação de bem estar logo ao acordar. Confie na sua intuição ao escolher o mensageiro dos ventos para escolher o que melhor se adapta ao seu estilo de viver e boas vibrações.

Fonte: http://www.casadaspedrasbrasileiras.com.br/mobiles.htm